Prezado companheiro no repartir do pão!



Cidade do Cabo, 17/10/2015 129

Última viagem do ano. Fomos a Moçambique, visitar missionários em Nampula (norte), Dondo (perto de Beira, no centro) e Maputo (a capital, no sul). 
A primeira etapa da viagem foi bem rudimentar: três horas de estrada de terra, dormir no chão da barraca, comer com a mão! (pela primeira vez na vida), e já estamos acostumados com cultos de 5 horas. Foi festa: Antônio e Sirley, como último trabalho dos seus 9 anos em Moçambique, treinaram 39 alfabetizadores para ajudar as mulheres, das 70 aldeias em que a Primeira Igreja Batista de Nampula tem frentes missionárias, a ler e escrever. A sociedade é matriarcal, as mulheres são líderes, mas não sabem ler! Perto de 1.000 mulheres e alguns homens que lideram igrejas foram alfabetizados, em português e emacua, e nós participamos da festa de formatura do maior grupo. Cada formando ganhou um Novo Testamento na nova tradução em emacua e um certificado, e foram para casa dando glória a Deus. O casal agora está na África do Sul, para aprender inglês. Louve a Deus pela vida deles, e também dos filhos – Débora, de 10 anos, já dirige uma classe de escola dominical e serve de intérprete quando o pai prega. Ore pelo novo campo dessa família, para 2016. Essa transição nunca é fácil.Em novo campo também está pensando Odete, que tem mais um ano para deixar autossuficientes 4 pré-escolas e uma igreja que ela começou. Ore que ela consiga.
No Dondo, o que impressiona são os números. Noêmia está há 31 anos no país, casou com um pastor local, e juntos plantaram cinco igrejas, uma creche, duas pré-
escolas e uma escola fundamental, atendendo um total de 1.200 crianças (são servidas 1.600 refeições por dia), o projeto Vida, que atende 100 crianças subnutridas e seropositivos por semana (180 seropositivos se reúnem semanalmente em 10 células), padaria, pomar e horta para autossustento – 104 empregos gerados. Ufa!
Noêmia pede que venham mais voluntários, para um ano ou um mês: nutricionista, médico, professores, pedreiro, padeiro, pintor, eletricista etc. Alguém se habilita?
Tatiane é o braço direito de Noêmia, e começou uma escola de inglês. Mas em janeiro muda para outro campo. Ore pela transição dela. (Continua em novembro.)
Motivos de gratidão:
→ Não tivemos nenhum transtorno na viajem, com voos, malas ou vistos. Isso sempre é motivo de louvor na África.
→ Dona Clair, mãe de Ursula, ficou seis meses sem andar, devido a uma queda, e até estava pensando que não conseguiria mais, por já ter passado dos 90 anos. Mas, com a ajuda de um fisioterapeuta, voltou a dar os primeiros passos – glória a Deus.
Motivos de intercessão:
→ Voltamos cansados, com o corpo dolorido – afinal de contas, não temos mais 20 anos. Agora é tempo de repor as forças.
→ Ore pela saúde física, emocional e espiritual dos missionários que passam por muitas pressões.
→ Ore pelas finanças na obra missionária: de um ano para cá o câmbio do dólar subiu 68%. Ore para que Deus abençoe os crentes para que possam aumentar sua participação na mesma proporção!
Estamos juntos!
Ursula e Hans Udo Fuchs